Insônias

Insônias

É o transtorno de sono mais prevalente, acometendo aproximadamente 40% da população geral segundo a OMS. Cerca de 30% destas pessoas apresenta sintomas esporádicos de insônia, e alguns indivíduos podem apresentar sintomas de curta duração (menos que 3 meses, enquanto outros sofrem da forma crônica (mais de 3x/semana por pelo menos 3 meses), com consequências diurnas da privação do sono, como sonolência, fadiga, alterações de humor, na perfomance do trabalho ou estudo e piora na qualidade de vida.

A insônia pode incluir:

-Dificuldade para iniciar o sono;

-Dificuldade para manter o sono após despertar durante a noite;

-Despertares precoces (acordar mais cedo do que o desejado).

 

Diversas condições podem levar ao aparecimento da insônia, como uma pobre higiene do sono, stress, abuso de substâncias como cafeína, bebidas alcoólicas ou cigarro, e ou outras condições médicas como ansiedade, depressão, problemas cardíacos, neurológicos e hormonais, dor crônica ou transtornos respiratórios, dentre eles a apneia obstrutiva do sono.

Um tratamento orientado à causa, com enfoque multidisciplinar, psicológico, comportamental e farmacológico é a abordagem mais adequada.

Open chat